André Rabelo

64 posts · 20,510 views

Meu nome é André Rabelo e sou graduando em psicologia na Universidade de Brasília (UnB). Desde pequeno, sempre tive muita curiosidade para entender porque as pessoas a minha volta agiam e pensavam de determinadas maneiras. E aqui estou eu, até hoje com as pulgas atrás da orelha, lendo, pensando e pesquisando sobre isso!

Bule Voador
13 posts

1
41 posts

SocialMente
10 posts

Sort by Latest Post, Most Popular

View by Condensed, Full

  • February 13, 2013
  • 10:15 AM
  • 235 views

O que é a meditação?

by André Rabelo in SocialMente

Há poucos anos atrás, o estudo científico da meditação era praticamente inexistente. Foi isso o que afirmou Philippe Goldin, um pesquisador da Universidade de Stanford, em uma palestra que ele deu sobre esse assunto na universidade. Entretanto, nos últimos anos, esse cenário mudou drasticamente. A meditação se tornou um dos assuntos mais “quentes” (e sexy) na psicologia e na neurociência. Ela é comumente asso........ Read more »

Mongrain, M., Chin, J., & Shapira, L. (2010) Practicing compassion increases happiness and self-esteem. Journal of Happiness Studies, 12(6), 963-981. DOI: 10.1007/s10902-010-9239-1  

Tang Y. Y., Lu Q., Fan M., Yang Y., & Posner M. I. (2012) Mechanisms of white matter changes induced by meditation. Proceedings of the National Academy of Sciences of the United States of America, 109(26), 10570-4. PMID: 22689998  

  • December 10, 2012
  • 06:30 AM
  • 348 views

Com que frequência o amor romântico dura?

by André Rabelo in SocialMente

É comum pensar que o amor romântico intenso vivido por duas pessoas no início de um relacionamento diminui com o passar do tempo, até que, se o relacionamento durar, o que fica é um sentimento menos intenso e mais fraternal. Existem até aqueles que afirmam que o amor romântico intenso tem inclusive um prazo de validade – normalmente acaba até os dois primeiros anos de relacionamento, e dificilmente dura mais do que isso. Apesar destas a........ Read more »

O'Leary, K., Acevedo, B., Aron, A., Huddy, L., & Mashek, D. (2011) Is Long-Term Love More Than A Rare Phenomenon? If So, What Are Its Correlates?. Social Psychological and Personality Science, 3(2), 241-249. DOI: 10.1177/1948550611417015  

  • October 9, 2012
  • 06:40 AM
  • 207 views

Nosso primeiro impulso é ser gentil ou egoísta?

by André Rabelo in SocialMente

Responda o mais rápido que você puder à seguinte pergunta: se alguém te desse dez reais para fazer o que quisesse, mas dissesse que você poderia doar uma parte deste dinheiro a uma instituição de caridade, você doaria? Se sim, quanto você doaria? Agora, se possível, chame alguém próximo de você e peça para ele responder à mesma pergunta, mas use uma instrução diferente – pe&cce........ Read more »

Rand, D. G., Greene, J. D., & Nowak, M. A. (2012) Spontaneous giving and calculated greed. Nature, 489(7416), 427-30. PMID: 22996558  

  • September 25, 2012
  • 06:40 AM
  • 292 views

O que você pensa sobre si mesmo, mas não sabe

by André Rabelo in SocialMente

A visão que temos sobre nós mesmos, conhecida como a autoestima, tem um grande impacto em nossas vidas. Ela influi na nossa visão de mundo e, consequentemente, no nosso comportamento. Esta influência é bem conhecida na psicologia clínica, pois é um elemento associado a diversos transtornos mentais como a depressão e alguns transtornos de personalidade (e.g. narcisismo).

A autoestima pode ser entendida como a avaliação que po........ Read more »

Baccus JR, Baldwin MW, & Packer DJ. (2004) Increasing implicit self-esteem through classical conditioning. Psychological Science, 15(7), 498-502. PMID: 15200636  

  • September 18, 2012
  • 06:40 AM
  • 191 views

Religiosidade e bondade: O bom samaritano

by André Rabelo in SocialMente

Se alguém lhe pedir para pensar nas pessoas mais bondosas que você já ouviu falar, é provável que venha à sua mente, junto com alguns membros da sua própria família, alguns famosos representantes religiosos como, por exemplo, a Madre Teresa de Calcutá. Por sinal, a Madre Teresa foi usada em um estudo, já comentado aqui no blog, onde os participantes que tinham lido uma parte da biografia da Madre Teresa se demonstraram posterio........ Read more »

Norenzayan A, & Shariff AF. (2008) The origin and evolution of religious prosociality. Science (New York, N.Y.), 322(5898), 58-62. PMID: 18832637  

  • August 3, 2012
  • 12:08 PM
  • 384 views

O que é o jeitinho brasileiro?

by André Rabelo in 1

O Brasil é o país do “jeitinho.” Somos famosos mundialmente por “dar um jeitinho para tudo” e pela nossa malandragem. O potencial brasileiro para a improvisação e para a criatividade, características centrais do jeitinho, é ao mesmo tempo algo que podemos sentir orgulho e vergonha, pois ao mesmo tempo que o jeitinho se refere a uma habilidade refinada para a resolução criativa de problemas, também se refere &a........ Read more »

  • August 3, 2012
  • 12:07 PM
  • 338 views

O que é o jeitinho brasileiro?

by André Rabelo in SocialMente

O Brasil é o país do “jeitinho.” Somos famosos mundialmente por “dar um jeitinho para tudo” e pela nossa malandragem. O potencial brasileiro para a improvisação e para a criatividade, características centrais do jeitinho, é ao mesmo tempo algo que podemos sentir orgulho e vergonha, pois ao mesmo tempo que o jeitinho se refere a [...]... Read more »

  • July 11, 2012
  • 10:21 AM
  • 277 views

Uma longa experiência em meditação pode mudar suas respostas emocionais

by André Rabelo in 1

Fonte: NERDWORKING Autor: Felipe Novaes O Ocidente tem se interessado pela meditação desde o tempo dos Beatles, um dos primeiros grupos de astros a se interessar pela prática e trazê-la para cá. Desde então, esse interesse vem sofrendo manutenções que aumentam ainda mais nosso fascínio por ele. Uma renovação nesse interesse foi promovida pelo Dalai [...]... Read more »

Levenson RW, Ekman P, & Ricard M. (2012) Meditation and the startle response: A case study. Emotion (Washington, D.C.), 12(3), 650-8. PMID: 22506498  

  • July 11, 2012
  • 10:21 AM
  • 282 views

Uma longa experiência em meditação pode mudar suas respostas emocionais

by André Rabelo in SocialMente

Fonte: NERDWORKING Autor: Felipe Novaes O Ocidente tem se interessado pela meditação desde o tempo dos Beatles, um dos primeiros grupos de astros a se interessar pela prática e trazê-la para cá. Desde então, esse interesse vem sofrendo manutenções que aumentam ainda mais nosso fascínio por ele. Uma renovação nesse interesse foi promovida pelo Dalai [...]... Read more »

Levenson RW, Ekman P, & Ricard M. (2012) Meditation and the startle response: A case study. Emotion (Washington, D.C.), 12(3), 650-8. PMID: 22506498  

  • June 26, 2012
  • 06:00 AM
  • 326 views

Nojo, moralidade e preconceito

by André Rabelo in 1

Se você sentir um cheiro forte de fezes logo após entrar em um banheiro público, você provavelmente sentirá nojo. De maneira semelhante, se você ouvir uma história sobre um caso de pedofilia, é provável que você também sinta, em algum nível, nojo. Esta emoção poderia eliciar em você um padrão de expressão facial muito parecido com o que a maioria das pessoas ao redor do mundo exibiri........ Read more »

Rozin, P. (2009) PSYCHOLOGY: From Oral to Moral. Science, 323((5918)), 1179-1180. DOI: 10.1126/science.1170492  

Chapman HA, Kim DA, Susskind JM, & Anderson AK. (2009) In bad taste: evidence for the oral origins of moral disgust. Science (New York, N.Y.), 323(5918), 1222-6. PMID: 19251631  

Schnall S, Haidt J, Clore GL, & Jordan AH. (2008) Disgust as embodied moral judgment. Personality , 34(8), 1096-109. PMID: 18505801  

Inbar Y, Pizarro DA, & Bloom P. (2012) Disgusting smells cause decreased liking of gay men. Emotion (Washington, D.C.), 12(1), 23-7. PMID: 21707161  

Pettigrew TF, & Tropp LR. (2006) A meta-analytic test of intergroup contact theory. Journal of personality and social psychology, 90(5), 751-83. PMID: 16737372  

  • June 26, 2012
  • 05:55 AM
  • 267 views

Nojo, moralidade e preconceito

by André Rabelo in SocialMente

Se você sentir um cheiro forte de fezes logo após entrar em um banheiro público, você provavelmente sentirá nojo. De maneira semelhante, se você ouvir uma história sobre um caso de pedofilia, é provável que você também sinta, em algum nível, nojo. Esta emoção poderia eliciar em você um padrão de expressão facial muito parecido [...]... Read more »

Rozin, P. (2009) PSYCHOLOGY: From Oral to Moral. Science, 323((5918)), 1179-1180. DOI: 10.1126/science.1170492  

Chapman HA, Kim DA, Susskind JM, & Anderson AK. (2009) In bad taste: evidence for the oral origins of moral disgust. Science (New York, N.Y.), 323(5918), 1222-6. PMID: 19251631  

Schnall S, Haidt J, Clore GL, & Jordan AH. (2008) Disgust as embodied moral judgment. Personality , 34(8), 1096-109. PMID: 18505801  

Inbar Y, Pizarro DA, & Bloom P. (2012) Disgusting smells cause decreased liking of gay men. Emotion (Washington, D.C.), 12(1), 23-7. PMID: 21707161  

Pettigrew TF, & Tropp LR. (2006) A meta-analytic test of intergroup contact theory. Journal of personality and social psychology, 90(5), 751-83. PMID: 16737372  

  • June 7, 2012
  • 07:39 AM
  • 192 views

Replicação e publicação: A atual tentativa de auto-correção na psicologia

by André Rabelo in SocialMente

Um antigo problema tem direcionado os holofotes da mídia para a psicologia atualmente: o da replicabilidade. Replicar um estudo significa que outros pesquisadores são capazes de reproduzir o procedimento de um estudo publicado e encontrar resultados semelhantes. A replicação é muito importante na ciência. Ela pode funcionar como um filtro da própria comunidade, pois os [...]... Read more »

  • June 7, 2012
  • 06:00 AM
  • 246 views

Replicação e publicação: A atual tentativa de auto-correção na psicologia

by André Rabelo in 1

Um antigo problema tem direcionado os holofotes da mídia para a psicologia atualmente: o da replicabilidade. Replicar um estudo significa que outros pesquisadores são capazes de reproduzir o procedimento de um estudo publicado e encontrar resultados semelhantes. A replicação é muito importante na ciência. Ela pode funcionar como um filtro da própria comunidade, pois os colegas de área de um pesquisador podem averiguar se o efeito relatado em........ Read more »

  • May 22, 2012
  • 06:00 AM
  • 296 views

Usando a meditação para controlar impulsos

by André Rabelo in 1

Reações impulsivas podem ser um problema sério na vida de muitas pessoas. Assim como o Cookie Monster, personagem da vila sésamo, podemos ter poderosas reações impulsivas ao nos depararmos com algo que gostamos muito, como biscoitos, no caso dele. A impulsividade alimentar pode agravar quadros de obesidade e também problemas de pressão alta, colesterol e depressão. Se considerarmos que as nossas mentes podem ser influenciadas de mane........ Read more »

Papies, E., Barsalou, L., & Custers, R. (2012) Mindful Attention Prevents Mindless Impulses. Social Psychological and Personality Science, 3(3), 291-299. DOI: 10.1177/1948550611419031  

  • May 22, 2012
  • 05:55 AM
  • 190 views

Usando a meditação para controlar impulsos

by André Rabelo in SocialMente

Reações impulsivas podem ser um problema sério na vida de muitas pessoas. Assim como o Cookie Monster, personagem da vila sésamo, podemos ter poderosas reações impulsivas ao nos depararmos com algo que gostamos muito, como biscoitos, no caso dele. A impulsividade alimentar pode agravar quadros de obesidade e também problemas de pressão alta, colesterol e [...]... Read more »

Papies, E., Barsalou, L., & Custers, R. (2012) Mindful Attention Prevents Mindless Impulses. Social Psychological and Personality Science, 3(3), 291-299. DOI: 10.1177/1948550611419031  

  • May 19, 2012
  • 12:45 PM
  • 342 views

Pessoas com tetraplegia conseguem controlar braço robótico pela mente

by André Rabelo in 1

Pela primeira vez em 15 anos, Cathy Hutchinson foi capaz de tomar novamente o seu café matinal por conta própria, embora ela ainda não tenha recuperado o movimento pleno das pernas ou dos braços. O que permitiu este feito foi o uso das tecnologias mais avançadas atualmente de interface entre o cérebro e as máquinas. Cathy usou apenas o seu pensamento para controlar um braço robótico capaz de pegar o copo e levá-lo até a........ Read more »

Hochberg, L., Bacher, D., Jarosiewicz, B., Masse, N., Simeral, J., Vogel, J., Haddadin, S., Liu, J., Cash, S., van der Smagt, P.... (2012) Reach and grasp by people with tetraplegia using a neurally controlled robotic arm. Nature, 485(7398), 372-375. DOI: 10.1038/nature11076  

  • April 17, 2012
  • 07:00 AM
  • 338 views

Insônia: Como melhorar o seu sono

by André Rabelo in 1

Atualmente, muitas pessoas relatam dificuldades para dormir. Casos de insônia tem sido prevalentes entre adultos de muitos países. A baixa qualidade do sono pode ter diversos impactos negativos na qualidade de vida das pessoas, tanto biológicos (prejuízo no funcionamento do sistema imune) quanto psicológicos (depressão, ansiedade).

Comum a muitas destas reclamações são os relatos de cognições que surgem intrusivamente........ Read more »

  • April 5, 2012
  • 06:55 AM
  • 644 views

O que é a terapia cognitiva?

by André Rabelo in 1

A terapia cognitiva, também conhecida como terapia cognitiva comportamental* (Cognitive-Behavior Therapy, CBT) é um tipo específico de psicoterapia que enfatiza a importância dos processos cognitivos na compreensão e no tratamento de diversos transtornos mentais. A terapia cognitiva é estruturada para ter uma duração curta e se baseia na teoria cognitiva, uma teoria composta por 10 axiomas formais que embasam teoricamente diversos modelos e ........ Read more »

  • March 23, 2012
  • 09:00 AM
  • 418 views

Altruísmo ou egoísmo: Qual é a motivação para a generosidade?

by André Rabelo in 1

Imagine que você acaba de ajudar uma senhora simpática, mas com dificuldade de andar, a atravessar uma rua. Ao terminar a travessia, ela lhe agradece com um grande sorriso no rosto e você se sente muito bem por ter ajudado ela. Nessa situação, qual teria sido a sua motivação para ajudar esta senhora?

Uma possível resposta a isso é que a sua capacidade de experienciar estados afetivos correspondentes aos estados afetivos de outra pes........ Read more »

de Vignemont, F., & Singer, T. (2006) The empathic brain: how, when and why?. Trends in Cognitive Sciences, 10(10), 435-441. DOI: 10.1016/j.tics.2006.08.008  

  • March 11, 2012
  • 04:00 PM
  • 287 views

Quais são os pré-requisitos para a acumulação cultural?

by André Rabelo in 1

No início deste mês, a revista Science trouxe um trabalho investigando os pré-requisitos cognitivos e sociais básicos para que um organismo seja capaz de acumular cultura. Enquanto uma caraterística distintivamente humana, a capacidade de acumular cultura tem sido estudada e debatida há muitos anos, com muitas questões ainda levantando discordâncias.

Um posicionamento influente na área é que algumas características co........ Read more »

join us!

Do you write about peer-reviewed research in your blog? Use ResearchBlogging.org to make it easy for your readers — and others from around the world — to find your serious posts about academic research.

If you don't have a blog, you can still use our site to learn about fascinating developments in cutting-edge research from around the world.

Register Now

Research Blogging is powered by SMG Technology.

To learn more, visit seedmediagroup.com.